Trabalha como Freelancer? Saiba como fazer o seu orçamento de forma inteligente e como poupar dinheiro

As pessoas que trabalham em regime freelance têm uma situação financeira única, uma vez que não têm rendimentos consistentes todos os meses.

Neste tipo de situação é de esperar altos e baixos… meses com rendimentos acima da média e meses com pouco ou nenhum rendimento.

Então a questão que se impõe é como fazer o orçamento tendo em conta esses altos e baixos e como poupar dinheiro para as necessidades a longo prazo, tais como a reforma e ou pagar a universidade dos filhos.

Não é fácil, mas é possível. Deixo aqui algumas dicas para orçamentos inteligentes e para garantir que haja um fundo de emergência e poupanças a longo prazo.

dicas de poupança para trabalhadores freelancers

Dica #1 – Comece a rastrear as suas despesas

Você precisa de fazer um orçamento, mas não poderá orçamentar de forma acertada enquanto não souber exatamente quanto está a gastar por mês.

Então o primeiro passo é rastrear as suas despesas durante três meses. Aqui não me refiro às despesas fixas (prestação da casa, seguros, bens de primeira necessidade, impostos, etc.), refiro-me sim ao que é conhecido como despesas flexíveis (ou seja, aquelas que podem variar de mês para mês e nas quais você pode cortar caso seja necessário).

Neste ponto, o importante é obter uma média das suas despesas mensais, para que você possa comparar esse valor com os seus rendimentos médios mensais. Só depois de fazer isso é que será possível definir um orçamento realista.

Dica #2 – Estabeleça como objetivo as proporções 50/30/20

O especialistas em finanças sugerem que os empreendedores / freelancers devem ter como objetivo conseguir viver de 50% dos seus rendimentos.

Os outros 50% devem ser divididos entre despesas flexíveis e poupança – 30% e 20%, respetivamente. Se conseguir chegar perto dessas proporções e manter-se assim, então você poderá atingir os objetivos financeiros de longo prazo (poupança para pagar a universidade dos seus filhos e aposentadoria, por exemplo).

Dica #3 – Tenha em atenção os gastos discricionários

Quando estava empregado por conta de outrém e recebia aquele salário fixo no final de cada mês, você sabia quanto poderia gastar em bens não-essenciais e luxos. Por isso, não precisava controlar o seu dinheiro tão cuidadosamente. Você até podia ser “viciado” em compras, e isso não ter tido muito impacto nas suas finanças pessoais – afinal de contas, os seus impostos e segurança social já estavam postos de lado mesmo antes de receber o seu salário.

Contudo, agora as coisas são diferentes. Os seus antigos vícios de fazer compras e gastar dinheiro desnecessariamente podem levá-lo para o fundo. Quando se trabalha por conta própria (e sobretudo para quem trabalha pela internet) é muito fácil encontrar online todo o tipo de coisas para comprar. Controle-se e não caia nessa tentação, mesmo que tenha algum dinheiro extra disponível. Em vez disso, guarde-o!

Dica #4 – Reduza as suas despesas de forma inteligente

Todo a gente enfrenta momentos em que é preciso cortar nas despesas. E, os trabalhadores freelancers podem ter que enfrentar essa situação com mais frequência… embora não seja divertido e possa exigir algum tempo extra, aqui estão algumas maneiras de poupar algum dinheiro:

– Faça as compras de mercearia apenas uma vez por semana, com base nas refeições planeadas com antecedência. Junte-se a amigos ou outros freelancers e compre em maiores quantidades em grandes superfícies;
– Poupe dinheiro reduzindo no consumo de álcool;
– Em vez de ter um escritório próprio para reuniões com clientes, alugue espaço num escritório compartilhado;
– Adquira o hábito de comparar preços e regateie sempre que puder. Informe-se e procure aconselhamento junto de outros freelancers por exemplo na hora de subscrever o seguro de acidentes pessoais;
– Desfaça-se de ativos que não tenham grande significado para si (por exemplo: jóias, antiguidades, etc.). O dinheiro que conseguir pode usá-lo em algo que você sempre sonhou fazer, e dessa forma não precisa de recorrer às suas economias.

Dica #5 – Combine poupança de curto e longo prazo

Caso ainda não o tenha feito, você precisa estabelecer um fundo de emergência para fazer face a despesas inesperadas.

Esse fundo deve ser no valor de cerca de um mês de rendimentos, de acordo com os especialistas financeiros. Ao fazer isso, não terá que ir à sua conta-poupança levantar dinheiro para situações inesperadas como arranjos na viatura ou uma ida de emergência ao dentista.

Além de um fundo de emergência, os especialistas financeiros também recomendam que você tenha um saldo de reserva correspondente a três a quatro meses de rendimentos, para lidar com os momentos baixos (quebras de rendimentos) que eu falei no início deste artigo e que podem acontecer até aos melhores freelancers.

Manter as suas finanças de boa saúde exige autocontrole, compromisso e consistência. Se usar as estratégias acima, você terá uma chance muito maior de atingir os seus objetivos financeiros.

Author: Carlos Vieira

Share This Post On

2 Comments

  1. Olá.Eu creci com o alemão e o português,e o inglês sempre a acompanhar.A partir dos 12 anos em Portugal nunca tive o Alemão na escola. Mais tarde informaram-me sobre o ISLA e lá descobri o meu amor secreto(indefinido hoje) sim, a Tradução. Já em criança lia muito (Die Drei ??? – Alfred Hitchcock).Voltei à Alemanha, continuei a ler, e desde Maio 2019 voltei para o meu belissimo Portugal. Quero traduzir, quero ganhar dinheiro e quero partilhar os meus conhecimentos. Que devo fazer, aonde ir? Não sei, e pior, aonde procurar. Algumas dicas úteis que me pudesse dar? Agradecia-lhe tanto como nem sabe. PS.Durante o tempo de estudos comecei a fazer traduções do português para o alemâo para alguém que tinha estudado no Isla e ela aceitou sempre o meu trabalho. Que devo fazer? por favor ajude-me. Obrigado pelo incómodo.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Saiba quais são os 5 melhores sites para trabalhar como Freelancer - Carlos Vieira - […] se trabalha como freelancer, ou está a pensar começar a realizar trabalhos de freelancing (por exemplo em part time…

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *